Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

O reformado

As pessoas que ainda trabalham, perguntam-me muitas vezes, o que é que eu faço todos os dias, agora que estou reformado.

 

Bem, por exemplo, outro dia eu fui tratar de um assunto no meu banco, não demorei muito, foi uma questão de cinco minutos.

Quando saí, um Polícia estava preenchendo uma multa por mau estacionamento.

Rapidamente aproximei-me dele e disse:

– Vá lá, senhor guarda, eu não demorei mais que cinco minutos…! Deus irá recompensá-lo se tiver um gesto simpático para com um reformado.

Ele ignorou-me completamente e continuou a preencher a multa.

Aí eu passei-me, e disse-lhe que só tinha demorado 1 minuto, blá blá blá…

Ele olhou-me friamente e começou a preencher outra infracção alegando que também não tinha a vinheta comprovativa do seguro.

Então levantei a voz para lhe dizer que já tinha percebido que estava a lidar com um polícia idiota e mal formado, e que nem compreendia como é que ele tinha sido admitido na polícia de trânsito…etc, etc

Ele terminou de autuar pela segunda infracção, colocando-a no para-brisas, e começou com um terceiro preenchimento.

Eu já o estava a chatear há mais de 20 minutos, chamando-o de tudo.

Ele, a cada “mimo”, respondia com uma nova infracção e consequente preenchimento da respectiva multa acompanhada de um sorriso que refletia uma satisfação de vingança.

Depois da décima violação… eu disse-lhe:

– Tenho pena senhor guarda, mas tenho que me ir embora… vem ali o meu Autocarro!

Desde que me reformei, aproveito todas as oportunidades para me divertir!

TENHO TEMPO..

Problemas de visão

O padre, já reformado, foi rezar uma missa, ao fim de muitos anos sem celebrar.

 

O homem já tinha a vista muito fraca e o sacristão fica próximo dele, para o que der e vier.

O padre abre o livro e começa a ler alto para os fiéis:

- 700 nonos!

O sacristão diz-lhe:

- Senhor padre, leia mais de perto!

O padre aproxima-se mais do livro e diz:

- 70 nonos!

- Ó senhor padre, chegue-se mais!

O padre pega no livro, põe-no perto da cara e diz:

- 7 monos!

- Senhor padre, mais!

O padre já está meio aflito, junta ainda mais o livro à cara e diz, calmamente:

- Ah… Sentemo-nos!