Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Instinto feminino!!!

Certo dia, o homem ligou à sua mulher e disse:

-Querida, o meu chefe convidou-me a mim e a alguns dos seus amigos para irmos pescar num lago distante. Vamos ficar fora uma semana. Esta é uma excelente oportunidade para eu conseguir falar com ele para subir na empresa. Por isso, prepara-me algumas peças de roupas suficiente para uma semana, e também a minha caixa de pesca. Vamos partir diretamente do escritório, vou passar aí apenas para pegar essas coisas.Ah… Por favor, coloca também o pijama de seda azul.

A mulher acha muito estranho, mas atende ao pedido do marido.

No fim de semana seguinte, ele regressa da pescaria cansado, mas, fora isso, nada de anormal. A mulher recebe-o com um beijo e pergunta-lhe se apanharam muitos peixes. Ele responde:

-Sim! Muitos!!! Mas, por que é que não colocaste o meu pijama de seda azul, como te pedi?

A mulher apenas olha fixamente nos olhos dele e responde:

-Não, querido, eu não me esqueci. Eu coloquei-o dentro da tua caixa de pesca!

Tempos modernos!

 

A minha mulher e eu estávamos sentados no sofá. Eu a ver televisão e ela entretida com o seu telemóvel.
De repente o meu telemóvel que estava na cozinha, tocou. Levantei-me e fui ver quem era.

Era uma mensagem da minha mulher!

“Já que estás na cozinha, podes fazer-me uma sandes ?”

Sinceridade essa maldita!!!

Num dia de muito calor, o marido sai do banho todo nu, chega ao pé da mulher e diz:
– Querida, está muito calor…o que é que achas que os vizinhos vão dizer se eu for cortar a relva assim, completamente nu?
A mulher olha para ele e responde:
– Provavelmente, que eu casei contigo só por dinheiro…

Por falar em sinceridade...

Uma senhora vaidosa a um senhor sincero:
– Que idade o senhor me dá?
– Bem… pelos cabelos, dou-lhe vinte anos, pelo olhar, dezanove, pela sua pele, dezoito, e pelo seu corpo, dezassete anos!
– Hummm, mas como o senhor é lisonjeador!
– Nada disso, sou sincero… Agora espere que vou fazer a soma.

Sinceridade acima de tudo!

Diz ele para ela:
– Posso não ser rico, não ter dinheiro, apartamentos e carros de luxo, ou empresas, como o meu amigo Anastácio, mas amo-te muito, adoro-te, eu sou louco por ti!
Ela olhou-o com lágrimas nos olhos, abraçou-o como se o amanhã não existisse e disse baixinho ao seu ouvido:
– Se me amas de verdade assim tanto, apresenta-me o Anastácio!

O centro do pensamento masculino.

É enviado um neurónio ao cérebro de um homem.
Ele chega, entra e não encontra nada.
Há aqui alguém? – pergunta baixinho.
– HÁ ALGUÉM AQUI? OOOOLÁAAA!!
– NÃO HÁ NINGUÉM!!! snif, snif…
O pobre neurónio encontrava-se sozinho ali.
Começou a ficar muito triste e seguiu lamuriando-se:
– Eu aqui tão sozinho… é tão triste… snif… snif… para o resto da vida… snif!
De repente, ouve um ruído de alguém que se aproximava… era outro neurónio, que ao vê-lo pergunta:
– Que fazes aqui sozinho pá? Porque choras?
– Porque pensava, snif… que não havia ninguém aqui e que ia ficar para sempre sem companhia… snif…
– Tás parvo, ou quê? Somos imensos!
Estamos é todos lá em baixo, no entre pernas, onde há uma ganda festa… eu só subi para vir buscar gelo!!!

Relógio de cuco de alta tecnologia.

Fui convidado para um Jantar com um meu grupinho de velhos amigos.

 

Jurei à minha mulher que estaria de volta pela meia-noite. Ela não acreditou mas eu acabei por ir ao jantar.

A refeição foi estupenda, as horas passaram rápido, o sangue já escasseava no meio do álcool e depressa fiquei a ver tudo de pernas para o ar. Por volta de 3 da manhã, bêbado que nem um cacho, fui para casa. Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e cantou 3 vezes.

Rapidamente, percebendo que a minha mulher podia acordar, fiz cu-cu mais 9 vezes.

Fiquei realmente orgulhoso de mim mesmo, por ter uma ideia tão brilhante e rápida, mesmo com uma bebedeira de caixão à cova, para evitar um possível conflito com ela.

Na manhã seguinte, a minha mulher perguntou a que horas tinha chegado e disse-lhe que pela meia-noite. Não pareceu nem um pouquinho desconfiada.

Ufa! Daquela já me tinha escapado!

Então ela comentou:

– Amor! Precisamos de um cuco novo…

Quando perguntei porquê, respondeu:

– Bom, esta noite o nosso relógio fez cu-cu 3 vezes e depois disse alto: “Fodaassssse! Tou fodido!”… Fez cu-cu mais 4 vezes, resmungou e arrotou, cantou cu-cu mais 3 vezes e peidou-se, mandou uma grande gargalhada e cantou mais 2 vezes… Depois bateu com a cabeça na porta do corredor que deixei entreaberta e exclamou puta que a pariu . Entrou no quarto, tropeçou no gato, disse: “Caralho foda a merda do gato!”. E só se deitou depois de cair duas vezes ao despir-se e dizer merda…

Não achas melhor trocar o cuco enquanto está na garantia ???

Nunca subestime o poder e a inteligência de uma mulher.

Onze pessoas estavam penduradas numa corda num helicóptero.

Eram dez homens e uma mulher.

Como a corda não era forte o suficiente para segurar todos, decidiram que um deles teria que se soltar da corda.

Eles não conseguiram decidir quem, até que, finalmente, a mulher disse que se soltaria da corda pois as mulheres estão acostumadas a largar tudo pelos seus filhos e marido, dando tudo aos homens e recebendo nada de volta e que os homens, como a criação primeira de Deus, mereceriam sobreviver, pois eram também mais fortes, mais sábios e capazes de grandes façanhas...
Quando ela terminou de falar, todos os homens começaram a bater palmas..

Nunca subestime o poder e a inteligência de uma mulher...