Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Numero errado?

Era já de madrugada e o telefone toca. O marido atende e, após uns segundos, diz:

– Como quer que eu saiba? Se quer saber isso telefone para a Marinha!

Deitada ao seu lado, pergunta a mulher:

– Quem era amor?

Responde o marido:

– Sei lá! Era um tipo a perguntar se a costa estava livre…

Caríssimos juízes.

Por pura coincidência, dois juízes encontram-se no corredor do acesso a um hotel e constrangidos, reparam que cada um estava com a mulher do outro.

Após alguns instantes de silêncio, mas mantendo a compostura própria de magistrados, em tom solene e respeitoso diz um ao outro:

- Nobre colega não obstante este fortuito imprevisível, sugiro que desconsideremos o ocorrido, crendo que o correcto seria que a minha mulher viesse comigo, no meu carro e a sua mulher volte com Vossa Excelência no seu.

Ao que o outro respondeu:

- Concordo plenamente, nobre colega, que isso seria correcto, no entanto, não seria justo, levando em consideração que vocês estavam a sair e nós estávamos a entrar.

Estranhas coincidências.

Companheira, eu morri congelada.
- Ai que horror!... Deve ter sido horrível! Como é morrer congelada?
- Bom, no começo é muito ruim: primeiro são os arrepios, depois as dores nos dedos das mãos e dos pés, tudo congelando... Mas, depois veio um sono muito forte e eu perdi a consciência.
- E você companheira, como morreu?
- Eu?... Morri de ataque cardíaco.
Eu estava desconfiada que meu marido me andava a trair.
Então, um dia cheguei em casa mais cedo, corri até ao quarto e ele estava na cama, calmamente a ver televisão.
Ainda desconfiada, corri até ao porão para ver se encontrava alguma mulher escondida, mas não encontrei ninguém.
Depois, corri até o segundo andar, mas também não vi ninguém.
Então, subi até o sótão e, ao subir as escadas, esbaforida, tive um ataque cardíaco e caí morta.
- Que pena... Se você tivesse procurado no frigorífico, ainda estaríamos as duas vivas! 

A amante traída.

O marido chega em casa as 18:00h e diz a mulher que teria uma  reunião à 22:00hs, mas que ele não iria pois considerava isto um absurdo.

Mas a mulher, preocupada com o marido, o convence que o trabalho é importante.

O marido esperto então vai tomar um banho para se preparar e pensa:

'Foi mais fácil do que pensava! ‘

Como toda mulher, quando o homem entra no banho ela revista o bolso do seu casaco e encontra um bilhete onde estava escrito:

“'Amor, estou esperando por você para comermos um pato ao molho branco.·
Com amor,  Sua Sheila.”

Quando o marido sai do banho encontra sua mulher com uma camisolinha transparente, sem calcinha, toda fogosa deitada de bruços. O marido, ao ver aquele corpo a transparência não resiste.

A mulher lhe dá um trato completo e ele, exausto, vira pro lado e adormece.

Quando vai chegando a hora, a mulher acorda o marido, que não quer mais ir a reunião, mas novamente ela o convence da importância do trabalho.

Ao chegar na casa da amante, o cara está arrasado.

Cansado diz a ela que hoje trabalhou muito e que só iria tomar um banho e descansar um pouco.

Como toda mulher, ao entrar no banho ela revista o bolso de seu casaco, e encontra um bilhete onde estava escrito:

“Querida Sheila, o pato foi, mas o molho branco ficou todo aqui.

Beijos, A Esposa.”

Profissional qualificado

Caro António Roberto, Psicólogo Psicoterapeuta.

 

Espero que me possa ajudar.

Saí ontem à tarde no meu carro para ir trabalhar, e deixei o meu marido em casa, a ver televisão, como sempre. Andei pouco mais de 1km quando o motor parou e não pegou mais.

Voltei para casa, para pedir ajuda ao meu marido e quando cheguei, apanhei-o em flagrante na cama com a filha da minha vizinha!

Eu tenho 32 anos, o meu marido tem 34 e a desavergonhada, 19.

Estamos casados há 10 anos e ele confessou que mantinha aquela relação há mais de 6 meses.

Eu amo o meu marido e estou desesperada.

Preciso urgentemente do seu conselho .

Antecipadamente grata.

Patrícia

Cara Patrícia,

Quando um carro pára, depois de ter percorrido uma pequena distância, isso pode ser devido a uma série de factores.

Pode não haver combustível no depósito ou o filtro estar entupido, também pode ser da injecção eletrónica ou da bomba de gasolina que, não fornecendo combustível ou pressão suficiente nos injectores impede que o motor funcione.

Nesse caso, a pessoa a contactar deve ser um mecânico.

Não volte a incomodar o seu marido.

Ele não é mecânico.

Você está errada.

Não repita mais isso.

Espero ter ajudado.

António Roberto – Psicólogo e psicoterapeuta

Amantes...

Um casal está está a jantar num “exclusivíssimo” restaurante, quando entra uma morena estonteante e, aproximando-se da mesa, dá um beijo no marido e diz-lhe:

 

- Depois a gente se vê, ok?

E vai embora.

A esposa olha para o marido com olhos esbugalhados e diz:

- Ok que é isto, explica-me o que se passou aqui!?

- É a minha amante…, responde o marido calmamente.

- Ah, não! Essa é a gota que transbordou o copo! Quero o divórcio já!

Vou contratar o melhor advogado e não vou parar até te destruir.

- Querida, eu entendo a tua revolta. – Diz o esposo com total tranquilidade, mas leva em conta que se nos divorciarmos não haverá mais nada para ti: nem viagens à Cortina D’Ampezzo, nem cruzeiros pelas Caraíbas, nem um BMW novo a cada ano na garagem, nem restaurantes exclusivos… e tu vais ter que sair da luxuosa casa de 26 cómodos que tanto usas para esfregar na cara das tuas amigas, porque vais ter de sair de lá.

- Isso sem mencionar que se pensas contratar um advogado tão bom, os honorários vão-te comer a metade do pouco que consigas que eu te pague… porque tu bem sabe que eu não sou palerma e advogados “feras” é o que mais tenho nas minhas várias empresas.

- Mas, enfim, a decisão é tua…

Nesse momento, entra no restaurante um amigo do casal, acompanhado por uma loura deslumbrante.

- Quem é aquela atirada que está com o Sérgio? Pergunta a esposa.

- É a amante dele.

- Ah!!!

- A nossa amante é bem mais bonita, não é amoooor?

Empate técnico.

Dois amigos num bar, depois de alguns copos, conversam:

 

— Se por exemplo, eu comesse a tua mulher, continuaríamos amigos?

— Não!

— Bem, mas ficaríamos companheiros, não?

— Não

— Hum… Ficaríamos inimigos?

— Não

— Deixaríamos de nos falar, é assim?

— Não!

— Então ficaríamos como?

— Quites! Ficaríamos quites!

Stress de mãe e esposa.

Uma mãe stressada, pede ao filho para ligar ao pai, a dizer-lhe que o jantar está pronto.

 

- Já ligaste…?! O que o teu pai disse…?! Já vem…?

- Já liguei três vezes, mãe, mas só atende uma mulher…

A mãe, interrompendo-o, bruscamente, grita:

- … Aaaah.., deixa comigo!… Quando ele vier, vai ver…!!!

Mal o pai chega a casa, ela aplica-lhe uma valente tareia, com tudo o que encontra à disposição: vassoura, frigideira, panela, micro-ondas, enfim…

Os vizinhos correm em socorro e dificilmente conseguem tirar o homem debaixo dela; ela, ainda furiosa, ralhava, continuava a atirar coisas, enquanto esperavam pela ambulância…

- Ordinário, meu grande malvado, eu mato-te…!!! Filho, anda cá…! Diz, aqui, a toda a gente, o que foi que aquela ordinária te disse, ao telefone…!

- Ela disse:

“TMN – o número que marcou não está disponível. Por favor, tente mais tarde. Obrigada.”