Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Cuidado com as mentiras.

Juiz: Qual sua idade?

 

Velhinha: Tenho 82 anos.

Juiz: A senhora pode dizer por suas próprias palavras, o que lhe aconteceu no dia 1 de Abril do ano passado?

Velhinha: Claro, doutor. Eu estava sentada no baloiço da minha varanda, num calmo fim-de-tarde com cheiro de terra molhada e uma brisa suave de alguma ameaça a chuva, quando um jovem, muito sorrateiramente, se sentou ao meu lado no baloiço.

Juiz: Você conhecia o jovem?

Velhinha: Não, mas ele foi muito amigável comigo…

Juiz: O que aconteceu depois?

Velhinha: Depois de uma conversa agradável, ele começou a acariciar deliciosamente as minhas coxas.

Juiz: A senhora reagiu para o deter?

Velhinha: Não.

Juiz: Porque não?

Velhinha: Foi maravilhoso. Nunca mais ninguém havia feito isso comigo, desde que o meu marido faleceu, há 40 anos.

Juiz: O que aconteceu depois?

Velhinha: Acredito que, pelo facto de não me opor, ele começou a acariciar e a beijar os meus seios com muita ternura…

Juiz: A senhora não se manifestou zangada de forma a ele parar, com base na lei,… isso é Assédio!

Velhinha: Mas claro que não, doutor…

Juiz: Porque não?

Velhinha: Porque, Meritíssimo, ele me fez sentir viva e excitada. Não me sentia assim há 40 anos!

Juiz: O que aconteceu depois?

Velhinha: Ora Sr. Juiz…, o que poderia uma mulher de verdade, ardendo em chamas, já quase a anoitecer, diante de um jovem ávido por amor? Estávamos os dois sozinhos, não havia ninguém em casa e, abrindo as pernas suavemente, eu disse-lhe: Come-me rapaz, come-me!

Juiz: E ele possuiu-a?

Velhinha: Não! Ele gritou: 1 de Abril! Dia das Mentiiiiraaaaas…

Foi aí que eu dei um tiro esse Filho da P****!…

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.