Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

Centro de Anedotas

É um centro mas dos pequeninos...

O segredo da Vida?

No primeiro dia, Deus criou a vaca.

E Deus disse:

“Tens que ir para o campo com o agricultor durante todo o dia e sofrer debaixo do sol, e dar leite para sustentar o agricultor. Eu dar-te-ei uma vida de 60 anos.”

A vaca disse:

“É uma vida dura que tu queres que eu viva durante 60 anos. Dá-me somente 20 e eu devolvo-te os outros 40.”

E Deus concordou.

No segundo dia, Deus criou o cão.

E Deus disse:

“Senta-te todo o dia perto da porta da tua casa e ladra para qualquer pessoa que entre ou que passe por perto. Eu dar-te-ei 20 anos de vida.”

O cão disse:

“Isso é muito tempo para estar a ladrar. Dá-me somente 10 e eu devolvo-te os outros 10.”

Deus concordou.

No terceiro dia, Deus criou o macaco.

E Deus disse :

“Distrai as pessoas, faz truques de macaco e fá-los rir muito. Eu Dar-te-ei 20 anos de vida.”

O macaco disse:

“Que cansativo, truques de macaco durante 20 anos!? Acho que não. O cão devolveu-te 10 anos e é o que eu vou fazer também, ok?”

Deus concordou.

No quarto dia, Deus criou o Homem.

E Deus disse:

“Come, dorme, brinca, faz sexo, diverte-te. Não faças nada, simplesmente diverte-te. Eu dar-te-ei 20 anos de vida.”

O Homem disse:

“O quê!? Só 20 anos? Nem pensar! Vamos fazer o seguinte: eu fico com os 40 anos que a vaca devolveu, com os 10 do cão e os 10 do macaco. Isso faz 80. Pode ser?”

Respondeu-lhe Deus:

“Ok, Negócio fechado.”

Conclusão:

É por isso que durante os primeiros 20 anos comemos, dormimos, brincamos, praticamos sexo, divertimo-nos e não fazemos nada. Os 40 anos seguintes, sofremos ao sol para sustentar a nossa família, os 10 seguintes fazemos figura de macaco para entreter os nossos netos, e os últimos 10 anos sentamo-nos na varanda e ladramos a toda a gente.

Uma questão de olfacto.

No Interior de Minas no Brasil, um casal de amigos caminhava pelo pasto de uma fazenda, até que viram um cavalo transando com uma égua, e a amiga logo perguntou…
- Carzarbertoo, o que é aquilo?
- Elis tão casalano, sô! A égua tá no cio, o cavalo percebeu isso e tá mandano brasa!
- Mais cumé co cavalo sabe que ela tá no cio, Arbertoo?
- Aaara!!, é co cavalo sente o cheiro da égua no cio, sô!
Passaram mais adiante, e tinha um bode transando com uma cabra, e a amiga perguntou de novo, e o amigo deu a mesma resposta.
Mais na frente, lá estava um boi pegando uma vaca, e ela tornou a perguntar, e ele deu a mesma resposta: que o boi também sentia o cheiro da vaca no cio.
Foi aí que a amiga perguntou:
- Ô Carzalbertoo, se eu perguntá uma coisa pr’ocê, ocê jura que num vai ficá chatiado?
- Craro que não, miga! Ocê pode perguntá!
- OCÊ TÁ COM O NARIZTUPIDO?

Estranhas coincidências.

Companheira, eu morri congelada.
- Ai que horror!... Deve ter sido horrível! Como é morrer congelada?
- Bom, no começo é muito ruim: primeiro são os arrepios, depois as dores nos dedos das mãos e dos pés, tudo congelando... Mas, depois veio um sono muito forte e eu perdi a consciência.
- E você companheira, como morreu?
- Eu?... Morri de ataque cardíaco.
Eu estava desconfiada que meu marido me andava a trair.
Então, um dia cheguei em casa mais cedo, corri até ao quarto e ele estava na cama, calmamente a ver televisão.
Ainda desconfiada, corri até ao porão para ver se encontrava alguma mulher escondida, mas não encontrei ninguém.
Depois, corri até o segundo andar, mas também não vi ninguém.
Então, subi até o sótão e, ao subir as escadas, esbaforida, tive um ataque cardíaco e caí morta.
- Que pena... Se você tivesse procurado no frigorífico, ainda estaríamos as duas vivas! 

Céu ou inferno?

O velhinho, está no hospital, nas últimas…..

O padre está ao seu lado para dar-lhe a extrema-unção.

Ele lhe diz ao ouvido:

- Antes de morrer, reafirme a sua fé em nosso Senhor Jesus Cristo e renegue o Demónio.

Mas o velhinho fica quieto..

Ao que o padre insiste:

- Antes de morrer, reafirme a sua fé em nosso Senhor Jesus Cristo e renegue o Demónio.

E o velhinho….. nada.

Então o padre pergunta:

- Por que é que o senhor não quer renegar o Demónio?

O velhinho responde:

- Enquanto eu não souber pra onde vou, não quero ficar de mal com ninguém!

Marido solidário.

A mulher chega a casa e encontra o marido na cama, com outra, 25 anos, bonita, com tudo no sítio, bronzeada, cheia de amor para dar.
Arma o maior escândalo, mas o marido interrompe-a:
- Antes deverias ouvir como tudo isto aconteceu:

Encontrei esta jovem na rua, maltrapilha, cansada e esfomeada. Então, com pena do estado dela, trouxe-a para casa.

Servi-lhe o jantar que tu não comeste no dia anterior com a mania das dietas….

Guardei o jantar no frigorífico, lembras-te?
Ela estava descalça e então dei-lhe aquele par de sapatos que, como foi a minha mãe que te deu, nunca usaste.

Ela estava com sede e eu servi-lhe aquele vinho que estava guardado...para aquele sábado que prometeste, mas que nunca chega... pois, dói-te a cabeça, estás cansada e tens muito que fazer.
As calças estavam rasgadas, dei-lhe aquele par de jeans quase novo...que ainda estava em perfeito estado, mas não te servia.
Como ela estava suja, aconselhei-a a tomar um banho.... no final, dei-lhe aquela perfume francês novinho que nunca usaste, porque não era a tua marca favorita.

Então, quando já estava sossegada, perguntou:
- Senhor, não tem mais nada que a sua esposa não use?
Nem respondi !!!!!!!
Dei-lhe logo !!!

Sabedoria antiga.

A cena passa-se no Templo de Shaolin:

O DISCÍPULO: Sábio e honrado mestre, poderia ensinar-me a diferença entre uma pérola e uma mulher.

O MESTRE: A diferença, humilde gafanhoto, é que numa pérola pode-se enfiar por dois lados, enquanto na mulher somente por um lado.

O DISCÍPULO:(um tanto confuso). Mas Mestre, longe de mim pensar em contradizer a vossa grande sabedoria, mas ouvi dizer que certas mulheres permitem ser enfiadas pelos dois lados!

O MESTRE:(com um fino sorriso). Nesse caso, curioso gafanhoto, não se trata de uma mulher e sim de uma pérola... Meditemos.

Vinho o néctar dos deuses.

Dois bêbados estavam no bar há mais de três horas a embebedarem-se, até que um pergunta ao outro:

-Onde é que você mora?

-Eu moro aqui na rua do lado...

-A sério! Eu também... Mas nunca o vi por aqui...

-A minha casa é a da esquina...

-Bolas! A minha também é na esquina...

-A minha é aquela amarela...número treze.

-Espere lá! Mas essa é minha casa, porra!

-Não senhor! É muito minha!

Então resolveram solucionar este mistério e foram, os dois na direcção da tal casa:

-É aqui que eu moro!

-IMPOSSIVEL! Quem mora aqui sou eu!

-Macacos me mordam! Se disse que moro aqui é porque moro!

-De maneira nenhuma! Está-me a chamar mentiroso?

-Estou sim, esta casa é minha!

-Não, é minha!

-Minha!

-É, minha!

E ficaram os dois naquela discução ate que a porta abriu-se e uma senhora aparece louca da vida, e diz:

-BONITO, não é! Pai e filho bêbados a discutir no portão!

Segredo da juventude?

Pergunta o médico.
- Sr. José, o senhor está em muito boa forma para 40 anos.
- E eu disse que tinha 40 anos?
- Quantos anos o senhor tem?
- Fiz 57 em agora em Março.
- Não me diga! E quantos anos tinha o seu pai quando morreu?
- E eu disse que meu pai morreu?
- Oh, desculpe! Quantos anos tem o seu pai?
- O velho tem 81.
- 81? Que bom! E quantos anos tinha o seu avô quando morreu?
- E eu disse que ele morreu?
- Sinto muito. E quantos anos ele tem?
- 103, e ainda anda de bicicleta.
- Fico feliz em saber. E o seu bisavô? Morreu de quê?
- E eu disse que ele tinha morrido? Ele está com 124 e vai casar na
semana que vem.
- Agora já é demais! - Diz o médico revoltado. - Por que é que um homem de 124 anos iria querer casar?
- E eu disse que ele QUERIA se casar? Não queria nada, mas engravidou a
moça!..